Rússia fala em “consequências” contra Suécia e Finlândia caso entrem na Otan
28/02/2022 07:49 em Informação

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disparou contra a possibilidade da Finlândia e Suécia ingressarem na Otan, aliança militar do Ocidente. Segundo o governo russo, os dois países, que participaram da cúpula virtual da entidade, nesta sexta-feira, 25, enfrentarão “consequências militares e políticas”.

“A adesão à Otan provocaria graves retaliações militares e políticas", enfatizou a porta-voz. “Todos os estados membros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa [OSCE], em sua capacidade nacional, incluindo Finlândia e Suécia, reafirmaram o princípio de que a segurança de um país não pode ser construída à custa da segurança de outros”, pontuou.

Em outro momento de uma entrevista coletiva, hoje, Zakharova acusou a Otan de mentir sobre a inclusão de novos membros no tratado. Vale lembrar que uma possível entrada da Ucrânia na organização é uma das principais causas do conflito entre os países, que culminou na invasão russa contra Kiev.

Vladmir Putin alega que Moscou ficaria vulnerável aos países do Ocidente caso a Otan se instale na Ucrânia, que tem fronteira com a Rússia. O presidente russo é terminantemente contra Kiev integrada aos países aliados.

COMENTÁRIOS